Tantas histórias

Minha história se repete, nas repetições de todas as histórias!

Em cada dia passado, contado, nessas histórias dessas vidas.

(não sou mais que uma repetição!)

Sou retrato dessas poses repetidas, dessas vidas.

Não quero falar da solidão diária das pessoas nessas histórias,

das lutas desiguais, entre fomes, ostentações, buscas, desenganos,

dos erros permeando todos esses medos, essas angustias,

da desigualdade nessas vidas, nessas histórias que nos toca.

Não quero o retrato na parede fixando minhas recordações passadas.

Destituída de infortúnio, de lembranças, desses momentos sombrios,

dessa história de arremedos, sobressaltando-me nessas noites turvas,

nem a razão destoante se repetindo a cada dia, em tantas ciladas.

Impossível negar a repetição dessa história de despeitos,

essa história de flagelo, desesperadamente presente nos meus dias.

construindo pontes de aflições entre fome e desesperança.

Histórias repetidas por homens e mulheres, ao labor de suas vidas.

Deixa que renasça as esperanças, nessas lutas desiguais dessa gente,

sobrevivente nessas fomes de comida, cultura e arte, tanta fome!

Aniquiladas pela falta de esperança, de futuros de seus filhos entorpecidos.

Pense que se repetirá, outra vez, esses medos nessas histórias repetidas.

3 Me gusta