Palavras simples

Palavras tão simples me escapam,

entre amores delicados, entre deleites!

Renascem aqui e ali outras palavras, sempre!

Delicadamente essas palavras ternas me embriagam.

Quantas palavras para compor essa poesia?

Nessa canção de letras tão vadias, me encanta essas rimas…

Poetas que compõem suas poesias tristes, arredias.

Amores demais suscita novas poesias, nesses dias.

Palavras abstrata, descabidas, sedentas,

florescendo nessas novas confidências!

Palavras imprudentes, capturando com frescor outros enlaces.

Outras palavras nessa rima desconcertante, pulsante, me seduz.

Me escapam palavras oponentes, palpitantes,

Disseminando nesses livros impertinentes, penetrantes.

Palavras ditas entre beijos plenos, desses lábios sussurrantes.

São palavras submissas nessa entrega da poesia!

2 Me gusta